14/12/07

Cuidado com a chapa da matrícula do seu carro.

Os ladrões estão a roubar chapas de matrículas dos automóveis, para enganar as máquinas fotográficas colocadas por toda a cidade de Londres. Se o cidadão londrino receber em sua casa a fotografia do seu carro, com uma notificação para pagar uma multa, de uma infracção que não cometeu, então ele fica a saber que a sua chapa da matrícula foi clonada. Se lhe tinham roubado a chapa, também está explicado o interesse do larápio.

Em Londres, para reduzir o tráfego e a poluição no centro da cidade, as autoridades cobram aos condutores (a exemplo do que sucede em outras cidades do mundo), tarifas de oito libras (11,50 €) por dia, ou outras coimas por violações de tráfego.

Portanto, se o automobilista foi ao centro da cidade, deve pagar a tarifa, o mais tardar no dia seguinte; o que pode fazer, online, por telefone ou nos postos de abastecimento de combustível. Se não, receberá a tal correspondência, na sua casa. Os "ratos de automóveis" transgridem e o proprietário paga!

Outros, limitam-se a copiar matrículas em um qualquer parque de estacionamento, enviam os números para empresas na Internet, que fazem réplicas das chapas sem ser preciso comprovar que é o proprietário do automóvel.
Foi o que fez Robert Goodwill, membro do Parlamento, responsável pelas políticas da rede viária nacional, do Partido Conservador. Apresentou um argumento deveras convincente: copiou o número da matrícula do Jaguar do primeiro - ministro, Gordon Brown, enviou o número que tinha copiado, à empresa MyShowPlates.co.uk, que na Internet fabrica chapas decorativas, semelhantes às originais, encomendou as placas, que recebeu dois dias depois, tendo pago 20 libras (29 €).
Mas não ficou por aqui a sua proeza, Goodwill; foi junto aos seus constituintes, em Scarborough, Inglaterra e no jornal local disse: "Se pusesse estas matrículas no meu carro, as multas seriam entregues ao porteiro do número 10 da Downing Street".
Escusado será dizer, que um porta-voz do primeiro-ministro não quis fazer nenhum comentário, tal como a firma MyShowPlates.co.uk.
Olhando para este resumo, que apresentei, da notícia que li no J.N. na página The Wall Street Journal - Edição Portugal, me dá vontade de perguntar: E aqui no nosso País, embora ainda não haja tarifas a pagar para conduzir no centro das cidade. Os nossos criativos ladrões roubam matrículas, para outros fins, que não é, posso garantir, por hábito de coleccionismo ou decoração, mas sim para outras maldades do género de assaltos com fuga.
Veja só o problema do proprietário, para provar a sua inocência! Que dá muito trabalho, lá isso dá.
José

Sem comentários:

Enviar um comentário

Enviar um comentário